Estudante propõe fanzine para divulgar cultura

Estudante propõe fanzine para divulgar cultura

Por Amanda Primo

“Recortes: Fanzines sobre o cenário cultural joinvilense” foi o tema do projeto experimental do estudante de Jornalismo Roger Gustavo Caetano. O trabalho teve orientação da professora Kérley Winques e a banca avaliadora contou com a professora Maria Elisa Maximo e o jornalista Rubens Herbst.

Fanzines são publicações independentes, popularizadas na década de 70, símbolo de resistência – principalmente da cultura punk, no melhor estilo “faça você mesmo”. O objetivo do projeto idealizado por Roger  é produzir conteúdo em fanzines para estudantes da Faculdade Ielusc, a fim de contribuir  para a propagação do jornalismo cultural local.

De acordo com Roger, há um descaso em nível nacional com instituições e aspectos culturais por parte dos líderes brasileiros. Censura de livros e histórias em quadrinhos, leis antipichação são exemplos dessa falta de compreensão. “Pautar os temas culturais e torná-los acessíveis de uma forma artística, interativa e ainda assim, jornalística integram a proposta”, explicou.

Em seu projeto, Roger questiona se Joinville ainda está em posição de honrar o título de “Capital Nacional da Dança”. O planejamento da primeira edição aborda espaços como a Ajote, Cidadela Antartica e AAPLAJ. Os eventos promovidos nesses espaços, suas histórias e a relação entre esses lugares estão entre os assuntos do fanzine.

Por conta da pandemia, Roger não conseguiu material suficiente de entrevistas para executar seu projeto, mas pretende dar continuidade assim que as condições sanitárias permitirem. A banca aprovou o trabalho com nota 9,5.

         

Posts relacionados
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *