Comunicação religiosa é tema de monografia de Jornalismo

Comunicação religiosa é tema de monografia de Jornalismo

Comunicação religiosa na era digital: os casos Colo de Deus e Onda Dura foi o tema da monografia defendida pela acadêmica de Jornalismo Milena Costa, na tarde de segunda-feira. As professoras Maria Elisa Máximo e Lívia Vieira integraram a banca avaliadora do trabalho,orientado pela professora Marília Crispi de Moraes.

Milena utilizou a análise semântico-discursiva para mostrar as estratégias de comunicação adotadas pelos dois grupos religiosos para se comunicarem com o público no Instagram, Youtube e blog. Ela também comparou as semelhanças e diferenças entre a OD e a Colo de Deus. “Um dos pontos em comum é a abordagem mais profissional da área de comunicação, onde atuam jornalistas, publicitários, designers”, observou a acadêmica.

Entre as constatações da pesquisa figuram o uso de frases curtas, discurso de intimidade (com uso frequente da forma de tratamento você) em tom de conversa direta com o leitor/espectador e adoção de estratégias próprias do discurso publicitário, como uso de verbos no imperativo, por exemplo. “Embora o público alvo da Colo de Deus e da Onda Dura não seja apenas a juventude, é principalmente aos jovens que as estratégias são dirigidas”, destacou.

Maria Elisa começou suas considerações parabenizando a aluna pela escolha do tema. “É sempre  um exercício de coragem estudar um tema com o qual se está bastante envolvido, sobretudo quando há o exercício da pesquisa ao lado de uma profissão de fé, é uma fronteira tênue. Enfrentar isso dá um mérito especial para o trabalho”, comentou.

A professora sugeriu que Milena diminuísse o uso de “apud”, isso é,  da citação de um autor por meio de outro autor. “Há muitas obras que você cita dessa forma, indiretamente, e que estão bem acessíveis, não há por que recorrer ao apud”, aconselhou.

A professora Lívia Vieira atentou para o fato de que o capítulo 2, sobre comunicação digital, ficou superficial e foi pouco retomado depois, na análise. A estudante reconheceu que foi a última parte a ser escrita e que, de fato, deveria ter dedicado mais atenção a essa parte do trabalho. Lívia também elogiou a temática e a metodologia de análise adotada. “Certamente isso exigiu de você muito estudo de teorias com as quais vocês não têm muito contato no curso de Jornalismo”, afirmou. Milena foi aprovada com nota 8,5.

 

 

 

Posts relacionados
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *