Alunos de Publicidade e Propaganda participam de conversa sobre Rebranding

Alunos de Publicidade e Propaganda participam de conversa sobre Rebranding

Por Isabela Menezes

No curso de Publicidade e Propaganda da Faculdade Ielusc, na disciplina de Branding,os acadêmicos são capacitados com conteúdos sobre Gestão de Marca, Marketing de Relacionamento e Estratégias de Marca. Para conectar ainda mais os alunos à prática de branding e à realidade do mercado publicitário, houve um bate-papo com Caio Meira, Coordenador de Marketing e Branding da Mercos. O encontro ocorreu na segunda-feira (12/08) e também contou com a presença dos alunos da disciplina de Comportamento do Consumidor.

Caio começou a ter um contato maior com o rebranding no último ano, quando perceberam que a marca “Meus Pedidos” já não entregava tudo aquilo que a empresa oferecia. A “Meus Pedidos” tinha ido além de uma plataforma de vendas para indústrias e distribuidora, pois oferecia também serviços consultivos ou, como os próprios sócios definiam: “ajudava marcas a conquistar mercados”.

O nome antigo também trazia alguns empecilhos que afetavam o crescimento, pois nomes comuns têm uma baixa proteção jurídica e o fato de ser composto por duas palavras da língua portuguesa também dificultava a internacionalização.

Foi então que, em outubro de 2017, a equipe de Marketing, aliada aos sócios da empresa, percebeu que era hora de  iniciar o processo de rebranding. Aos alunos da Faculdade Ielusc, Caio contou que a ação foi dividida em 5 etapas: pré-projeto, dedicada a compreensão da percepção da marca pelo público interno e externo; diagnóstico, para analisar como a marca se posicionava no mercado e os pontos de melhoria; estratégia, para definir o rumo que a nova Meus Pedidos iria tomar; expressão, quando desenvolveram a nova personalidade da marca, a identidade visual e realizaram a escolha do novo nome; e por fim, a ativação, que foi a apresentação da Mercos para o mundo.

Lições deixadas 

Caio contou que aprendeu algumas lições durante a reconstrução da marca.  “A primeira, é que não podemos subestimar o tempo, um bom processo de branding pode ser demorado, pois leva tempo até compreender completamente o propósito, como a marca deve se posicionar e como transmitir isso tudo”, explicou. A segunda, é que branding é sobre pessoas. “É o que falam de você quando você não está na sala, é criar experiências e tornar a marca inesquecível”, definiu.  A terceira lição é que colaboradores também constroem a marca, por isso a marca deve representá-los também.

Ele destacou que  o propósito da empresa deve ser genuíno, vivido no dia a dia,  compartilhado e perceptível. “Nenhuma marca deve ter um propósito apenas por ter”, comentou.

Foi pensando em cumprir o propósito de que “movimentar a economia muda a vida das pessoas” que a Mercos surgiu.

O branding é um conjunto de ações e esforços realizados para construir a imagem, mensagem, identidade e principalmente, percepção da marca. É mais do que uma estratégia de marketing: uma construção de marca deve envolver todos os aspectos e setores de uma empresa. “Se feito de forma eficiente, o branding pode ser a peça-chave para diferenciar um negócio, conquistar e fidelizar o público-alvo, fazer com que metas e propósitos sejam cumpridos, de criar valor agregado”, afirmou a professora Eliane de Carvalho Gariani, que organizou o encontro de Caio Meira com os estudantes de Publicidade e Propaganda.

Posts relacionados
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *